Dieta rica em fibras e com pouca gordura pode ajudar as pessoas com colite ulcerosa

0
6

SEXTA-FEIRA, 10 de julho de 2020 – Uma dieta pobre em gordura e rica em fibras pode melhorar a qualidade de vida de pacientes com colite ulcerosa, segundo um novo estudo.

“Pacientes com doença inflamatória intestinal sempre nos perguntam o que devem comer para melhorar seus sintomas”, disse a pesquisadora Dra. Maria Abreu. É professora de medicina e microbiologia e imunologia na Faculdade de Medicina Miller da Universidade de Miami.

“Infelizmente, existem muito poucos estudos realmente bons que fornecem essas informações”, disse ela em um comunicado de imprensa da universidade.

Para o estudo, Abreu e seus colegas analisaram 17 pessoas com colite ulcerosa. A colite é uma doença inflamatória intestinal que pode causar diarréia com sangue, cólicas abdominais e dor. Cada paciente do estudo estava em remissão ou apresentava doença leve, com pouca diarréia, sangramento ou dor.

Um grupo seguiu uma dieta rica em fibras, rica em frutas e legumes, com apenas 10% de calorias da gordura.

Outro grupo fez uma dieta com mais frutas, vegetais e fibras do que uma dieta americana usual. Mas cerca de 35% a 40% de suas calorias vieram de gordura.

Os grupos ingeriram essas dietas por um mês e depois trocaram as dietas por mais um mês.

“Os resultados foram fascinantes e nos mostram como os pacientes comem mal no início”, disse Abreu.

Pessoas que ingeriram uma dieta pobre em gordura apresentaram níveis mais baixos de inflamação e sinais de melhora no desequilíbrio bacteriano no trato gastrointestinal, segundo os pesquisadores. No entanto, muitos pacientes com colite ulcerosa devem evitar frutas e vegetais, observaram os pesquisadores.

Uma dieta rica em fibras e com pouca gordura também pode beneficiar pessoas com outros tipos de doença inflamatória intestinal, como a doença de Crohn.

“Agora estamos testando uma dieta semelhante em pacientes com doença de Crohn, mas adicionando um componente psicológico para ajudar na adesão a longo prazo a uma dieta saudável”, disse Abreu.

O relatório foi publicado em 30 de junho na revista Gastroenterologia Clínica e Hepatologia.

© 2020 HealthDay. Todos os direitos reservados.

Publicado: julho 2020

Fonte: www.drugs.com

Deixe uma resposta