Qinlock (Ripretinibe) aprovado como tratamento de quarta linha para GIST

0
6

SEGUNDA-FEIRA, 18 de maio de 2020 – A Food and Drug Administration dos EUA aprovou os comprimidos de Qinlock (ripretinibe) como um tratamento de quarta linha para adultos com tumores estromais gastrointestinais avançados (GISTs), anunciou a agência na sexta-feira.

A aprovação segue quatro outras terapias alvo aprovadas pela FDA para o GIST, incluindo imatinibe em 2002, sunitinibe em 2006, regorafenibe em 2013 e avapritinibe em janeiro. Qinlock é indicado para pacientes que receberam pelo menos três terapias inibidoras de quinase, incluindo o imatinibe.

A aprovação do Qinlock foi baseada em dados de um ensaio clínico internacional, multicêntrico, randomizado, duplo-cego, controlado por placebo, com 129 pacientes com GIST avançado que haviam recebido tratamento anteriormente com outras terapias direcionadas. Os pacientes foram aleatoriamente designados para receber Qinlock ou placebo uma vez ao dia em ciclos de 28 dias repetidos até a progressão da doença ou efeitos colaterais intoleráveis. Os pacientes cuja doença progrediu com placebo tiveram a opção de mudar para o Qinlock. A sobrevida livre de progressão foi de 6,3 meses em média para os pacientes que receberam Qinlock, em comparação com um mês para os que receberam placebo.

Os efeitos colaterais mais comumente relatados do Qinlock incluem alopecia, fadiga, náusea, dor abdominal, constipação, mialgia, diarréia, diminuição do apetite, síndrome da eritrodisestesia palmo-plantar e vômitos. Os prestadores de serviços de saúde devem verificar rotineiramente os pacientes em tratamento com Qinlock quanto a possíveis efeitos colaterais graves de câncer de pele, hipertensão e disfunção cardíaca manifestados como diminuição da fração de ejeção.

A aprovação foi concedida à Deciphera Pharmaceuticals.

Mais Informações

© 2020 HealthDay. Todos os direitos reservados.

Publicada: maio de 2020

Fonte: www.drugs.com

Deixe uma resposta