Home Geral SAMe – Mayo Clinic

SAMe – Mayo Clinic

0
2

visão global

A S-adenosil-L-metionina (SAMe) é um composto encontrado naturalmente no corpo. SAMe ajuda a produzir e regular hormônios e manter as membranas celulares.

Uma versão sintética do SAMe está disponível como suplemento dietético nos EUA. Em alguns países da Europa, o SAMe é um medicamento controlado.

O SAMe pode ser tomado por via oral, por injeção muscular ou por via intravenosa. As pessoas geralmente usam SAMe para tratar depressão, osteoartrite e doenças do fígado. No entanto, SAMe também pode interagir com medicamentos antidepressivos.

Provas

A pesquisa sobre o uso de SAMe para condições específicas mostra:

  • Depressão. Embora a pesquisa tenha mostrado que o SAMe tem um efeito positivo no tratamento da depressão, a maioria dos estudos não foi bem elaborada e incluiu um pequeno número de pessoas.
  • Doença hepática. Mais estudos são necessários para determinar se o SAMe é benéfico para pessoas com doença hepática.
  • Osteoartrite. Muitos estudos comparando o uso de SAMe com antiinflamatórios não esteróides mostraram que cada um proporcionou alívio da dor e melhora semelhantes na função articular, mas o SAMe produziu menos efeitos colaterais. Um número menor de estudos não mostrou os mesmos resultados.

Nossa opinião

Geralmente seguro

SAMe parece ser seguro e pode ser eficaz no tratamento da depressão e osteoartrite. No entanto, SAMe pode interagir com antidepressivos. Não use SAMe e antidepressivos prescritos juntos.

Segurança e efeitos colaterais

Os efeitos colaterais do SAMe são geralmente leves.

SAMe pode causar:

  • Problemas digestivos, como náuseas, diarreia ou prisão de ventre
  • Insônia leve
  • Tontura
  • Irritabilidade
  • Ansiedade
  • Suando

Se você tem transtorno bipolar, não tome SAMe sem falar primeiro com seu médico. O suplemento pode aumentar a ansiedade e a mania.

Se você tem um sistema imunológico comprometido, converse com seu médico antes de tomar SAMe. Pessoas com sistema imunológico enfraquecido podem ter maior risco de infecção causada por uma bactéria conhecida como pneumocystis. SAMe pode impulsionar o crescimento desse microrganismo.

Interações

As possíveis interações incluem:

  • Antidepressivos e outras drogas e suplementos que aumentam os níveis de serotonina. Não tome SAMe com antidepressivos. A combinação pode causar efeitos semelhantes aos de uma condição causada por níveis elevados da serotonina química que se acumulam no seu corpo (síndrome da serotonina).
  • Antipsicóticos. Seja cauteloso ao tomar esses medicamentos com SAMe. A combinação pode aumentar o risco de síndrome da serotonina.
  • Anfetaminas. Seja cauteloso ao tomar esses medicamentos com SAMe. A combinação pode aumentar o risco de síndrome da serotonina.
  • Dextrometorfano. Tomar SAMe com este supressor de tosse pode aumentar o risco de síndrome da serotonina.
  • Levodopa. SAMe pode reduzir a eficácia da levodopa (Inbrija), um medicamento usado para tratar a doença de Parkinson.
  • Narcóticos. Tomar SAMe com meperidina (Demerol) ou tramadol (Ultram, ConZip) pode aumentar o risco de síndrome da serotonina.
  • Erva de São João. Seja cauteloso ao tomar este suplemento com SAMe. A combinação pode causar síndrome da serotonina.

.

Fonte: www.mayoclinic.org

Deixe uma resposta